quarta-feira, 30 de julho de 2014

A Arte das Bruxas


1 – SABER:
- Conhecer a si mesmo
- Conhecer sua arte
- Saber o que fazer
- Saber como fazer
- Saber quando fazer
- Saber quando não fazer
- Saber o que você quer realizar
- Especificar bem o que você vai fazer
- Criar um sigilo com as palavras
- Trabalhar com moderação




2 – QUERER:
- Acreditar em você mesmo
- Acreditar na divindade
- Acreditar em suas habilidades
- Acreditar na abundância do universo
- Ter a vontade de praticar de novo
- Habilidades de meditação
- Praticar visualização
- Praticar relaxamento
- Praticar um estado alterado de consciência
- Praticar para ser capaz de fazer rápido e certo
- Ter em mente muita clareza o porquê você quer essa operação mágica
- Observar se sua vontade está corretamente, diretamente direcionada
- Observar se não vai influenciar negativamente outra pessoa
- Observar os aspectos de não prejudicar ninguém
- Usar uma ferramenta adivinhatória para checar se seus planos são válidos, se está numa boa hora de pô-los em prática




3 – OUSAR:
- Ter a coragem de mudar as circunstâncias
- Ter a coragem de controlar seu ambiente
- Ser responsável por suas ações
- Escolher o melhor curso de ação para o trabalho a ser feito


4 – CALAR
- Aprender a ficar calado antes do trabalho
- Aprender a ficar calado enquanto espera resultado
- Aprender a ficar calado depois do trabalho
- Proteger sua confiança
- Proteger sua reputação e sua energia



quarta-feira, 23 de julho de 2014

TENHO FÉ


"Tenho fé
Em todas as promessas do passado,
Em todas as colheitas do futuro,
Em todos os encontros do presente.
A Deusa me acompanha.
Tenho fé
Que todos os frutos amadurecem
No círculo que canta nossa prece,
Os olhos que se olham se reconhecem
E a vida continua.
Tenho fé
Que tudo que muda renasce,
Que a Grande Mãe acolhe nossa verdade
O amor existe hoje, eternidade
Divina é a confiança..."

FONTE - Natália Círculos Sagrados Para Mulheres Contemporâneas.

terça-feira, 22 de julho de 2014

Poderosa Rainha da Bruxaria e da noite



Sou eu, há muito nomeada pelo homem,
Senhora Obscura do Inferno, Rainha do Paraíso.
Você que de mim pede um canto,
ou pediria uma benesse,
Encontre-me em alguma clareira secreta,
Dance em meu círculo sob a sombra dos bosques,
À luz da Lua Cheia.
Num local silvestre e ermo,
Dance ao redor de meu altar de pedras.
Desvende meu sacro segredo.
Você que é sensível à magia,
Eu lhe trago segredos ainda ocultos.
Não mais conhecerá escravidão,
Aquele que a mim dedica sincero culto.
Vocês que tecem meu círculo em noite de Sabbat,
Compareçam nus ao rito,
Como sinal de sua perfeita liberdade.
Ensino-lhes o mistério do renascimento,
Desvendem meus mistérios em alegria.
Coração unido a coração, lábio a lábio,
Cinco são os pontos da companhia, [Ela se refere ao Beijo Quíntuplo]
Que lhes trazem êxtase sobre a terra,
Pois eu sou o círculo do renascimento.
Não peço sacrifício, mas que se curvem,
À lei do amor, a única que conheço,
Por nada além de amor devo ser conhecida.
Todas as formas de vida são minhas,
De mim vêm, a mim devem retornar." - O Encargo da Deusa

domingo, 20 de julho de 2014

Homenagem a um Amigo



Homenagem a um Amigo

Durante toda minha vida, muitas pessoas passaram por mim, dia após dia. Mas somente algumas dessas pessoas, ficarão para sempre em minha memória. Essas pessoas são ditas amigas, e as levarei para sempre em meu coração, às vezes pelo simples fato de terem cruzado meu caminho, às vezes pelo simples fato de terem dito uma única palavra de conforto quando eu precisei. Às vezes por ter me dado um minuto de sua atenção, e me ouvido falar de minhas angústias, medos, vitórias, derrotas... Às vezes por terem confiado em mim, e me contado também seus problemas, angústias, vitórias, derrotas... Isso é ser amigo: é ouvir, é confiar, é amar. E amigos de verdade, ficam para sempre em nossos corações, assim como as pegadas na alma, que são indestrutíveis. À você meu amigo: você é muito especial e importante para mim. Eu te adoro muito. Sua amizade para mim tem um valor enorme, e nada que eu possa dizer à você, pode ser tão especial ou mais significativo do que sua amizade para mim. Feliz Dia do Amigo!

FONTE: MENSAGENS COM AMOR

UM LINDO DIA DO AMIGO PARA TODOS AQUI PRESENTE







FONTE: GOOGLE IMAGEM

quinta-feira, 17 de julho de 2014

Somos Bruxas,Sacerdotisas da Bruxaria Tradicional


Eu sou a bruxa a senhora de mim mesma, sou um animal vagando ao campo, seguindo minha intuição e meus sentidos, conhecedora das terras escuras e ferteis de meu ser, sou bruxa e a feiticeira transformadora da minha vida, sou responsável por meus atos e ações, sou senhora que caminha entre as ervas e flores !E na gruta escura do meu ser! 
Fonte: Danna


O caminho da Bruxaria Tradicional é a chama acesa que vem do coração dita como vocação por muitos, a busca do caminhante por sabedoria, eis o círculo e seus mistérios que compõem e mantém vivo a essência, da fé nos costumes mágicos, da fé na Antiga Arte. Seu ritual é o Sabath o sonho que se faz carne, do êxtase... 

Seu mistério encontra se nas profundezas da terra, no submundo onde as raízes estão. Sua reverência aos espíritos ancestrais, ao sussurro ao ouvido, o sagrado na palavra, o segredo dos espíritos face a face, a consagração da terra natal, eis o círculo da Arte, em que nenhum pensamento profano está apto a entender, perguntas e respostas que só quem caminha no círculo ao redor da fogueira pode sentir seu significado.

Desde que o mundo é mundo, e muito antes dele, que a sabedoria se dá através da observação. Observando o que foi, o que é e o que poderá se tornar, pois tolo é aquele que acha que pode enganar uma bruxa, pois nos momentos difíceis da vida, nos momentos em que nos faltar sabedoria, acreditamos que temos a ajuda das nossas irmãs e das nossas antepassadas.



Somos bruxas, irmãs e amigas, pois aceitamos quem somos, o que somos e como somos, pois somos filha de uma importante Maria, uma Mãe que nos deu amor e sabedoria. Somos cria da Lua, aprendemos com a noite a pureza da magia. 

Sabemos sentir o coração das pessoas, compreende-las na fraqueza e alimenta-las com atenção e nossos ensinamentos.

Acreditamos que aqueles que passam por nós, não vão sós, não nos deixam sós. Deixam um pouco de si e levam um pouco de nós.

Na nossa sabedoria aprendemos que nós Bruxas, Sacerdotisas e todas as nossas Irmãs estamos totalmente ligadas é como arvorar, lançar galhos, lançar raízes... Para que o outro quando olhar a árvore, saiba que nós estamos ali...Que nós permanecemos para fazer sombra, para trazer ao outro, um pouco de aconchego que ás vezes ele precisa na vida.
Muitas não conhecemos, porém sempre nos reconhecemos.



Nós Bruxas (os) encaramos todos os Elementos como vivo e sagrado, falamos com eles através do pensamento, sentimento, emoção e intuição, podemos escuta lós quando estamos realizando nosso ritual. Quando celebramos as suas mudanças e fases, pois o mundo é como um espelho que devolve a cada pessoa o reflexo de seus próprios pensamentos. 

Somos Bruxas por que somos como a lua cheia, completa, brilhante, sem limites sem pudores. Movimentamos forças invisíveis, assim como a lua movimenta as marés.

Sabemos que o tempo passa mas a vida continua. Forte, firme, renovada.
Tudo muda nas formas sucessivas, porém a alma segue em frente.

Aprendemos a ver além do que os olhos humanos podem ver.
Olhamos com a alma... Envolvida em uma nuvem de energia doada pelas nossas Ancestrais. Acreditamos sempre que quanto mais se conhece, quanto mais se estuda, mais reconhece a distância que a separa do saber absoluto, que exige uma eternidade de estudos.



Os verdadeiros sábios não perdem a consciência das suas limitações e esforçam-se para aprender mais e mais. 

Sou filha da Grande Mãe que da a vida, maravilhosamente fértil.

Adorem-me como a Anciã, guardiã do ciclo contínuo da morte e renascimento.

Eu sou a Roda, a sombra da Lua

Rejo as marés das mulheres e dos homens, e trago libertação e renovação às almas fatigadas.

Embora a escuridão da morte seja meu domínio, a alegria do nascimento é meu dom.

Sou a Deusa da Lua, da Terra e dos Mares.

Meus nomes e forças sao múltiplos.

Eu derramo magia, poder, paz e sabedoria.

Sou a eterna Donzela , Mãe de todos, e Anciã das Trevas

Selma – 3fasesdalua


sexta-feira, 11 de julho de 2014

SIM SOU UMA SACERDOTISA


“As religiões são caminhos diferentes convergindo para o mesmo ponto. Que importância faz se seguimos por caminhos diferentes, desde que alcancemos o mesmo objetivo” 

FONTE: M. Gandhi



A Sacerdotisa é a lei natural operando dentro das profundezas da alma, que governa o desenrolar do destino a partir de um ponto invisível e que é apenas revelado por meio do sentimento, da intuição e dos sonhos.

Temos ciência que as Sacerdotisas tem uma ligação verdadeiramente com sua Deusa Interior, que estão ligadas profundamente com sua sabedoria inata possuem uma ligação psíquica entre si. Elas são o que chamamos de Mulheres de Sabedoria ou Sacerdotisas da Mãe.

Aprendi que sou o poder de uma rocha renovando as minhas próprias energias. Sou uma Sacerdotisa da Terra e da natureza. Meu Espírito, ou Alma, é a Eterna parte maior de mim que sempre foi, é e será. Este Eu Interior, ou Ser Interior, é consciente de tudo que estou vivendo.

Somos as Guardiãs natas do Mistério da Mãe, da Doadora da Vida, elas compreendem a Deusa como deidade primal (sob suas várias formas) e originaria como fonte de revelação e sabedoria místicas além de reconhecer à Deusa em si mesmas.



Na minha doutrina uma sacerdotisa não pode ser dominada, ela é um ser indomável ela é iluminada, é a sombra e a luz, escuridão e Terra, Céu, Lua, Estrelas, Mar, Rio e Sol.

Entendemos que tudo o que desejarmos, em algum momento iremos receber...
Por vezes, coisas acontecem e não encontramos explicações para tal... mas se pensarmos bem, lá no passado, assim pensamos por isto somos Bruxas Sim! Somos Bruxas respeitamos tudo e todos e a este mesmo respeito, tão simples, pedimos a você.

Adoramos a vida! Adoramos viver, mesmo que o mundo ainda precise de reparos, adoramos a beleza de acordar todos os dias, de ter a oportunidade em nossas mãos! Não deixamos pra depois. Estamos sempre buscando a sabedoria é a melhor e mais segura forma de praticar a magia, pois a sabedoria enriquece a alma, não apenas o espírito.


Estamos sempre nos transformando é como o processo do nascimento de uma planta totalmente lento e cheio de cuidados. É necessário o trabalho da Lua e seus ciclos o calor do sol e a dança silenciosa conseguimos sentir o fluxo da Lua em nosso corpo e de repente, nos vemos perdidas, observando nossa horta, arrepiando-se com o vento morno e sentimos a beleza da vida.

Não podemos esquecer que renunciar não quer dizer que não ame. Que abrir mão não quer dizer que não queira. E nunca poderemos esquecer que as Sacerdotisas, Bruxas e Bruxos foram discriminadas, queimadas e torturadas, portanto nosso dever como descendentes dessas que foram corajosas e mantiveram seus costumes até o final é HONRÁ-LAS ao dizermos que também somos SACERDOTISAS, BRUXOS E BRUXAS.



Uma Sacerdotisa compreende a si mesma e as outras pessoas. Respeita o medo, não guarda rancor e nem mágoas, pois somos herdeiras das Deusas, Rainhas e Sacerdotisas do passado e as representamos hoje aqui trazendo a magia e a força da Grande Mãe à Terra.

Eu celebro a mudança das estações, o girar da Roda do Ano. Eu celebro com cânticos, danças, festas, rituais.

As Sacerdotisas viajam ao Outro mundo em seus sonhos, em suas meditações... Elas Vôam com a sua Consciência através do tempo.
Elas retornam com o seu Guardião.
Elas vão entre os mundos por cura, crescimento e transformação.
pois somos Sacerdotisas da Bruxaria Tradicional.

Temos o nosso tempo de semear, de cultivar, de crescer, de nutrir, de colher...
o tempo de mudar, de trocar, de partilhar, de deixar ir, de contemplar...
o tempo de ser, de viver, de saber; de morrer...

Tudo o que uma magia precisa para ser realizada é de alguém que acredite que ela possa ser realizada.

Todas nós somos conscientes e felizes com nossas escolhas! Somos seres livres, seres pensantes, seres fiéis a Nós e não precisamos ser salvos!!! Nosso intuito NÃO é o de converter ninguém, portando não queremos que tentem nos converter. Queremos ser respeitadas assim como respeitamos àqueles que não têm a mesma crença que nós. Pois ser Sacerdotisa é ser a primeira a mergulhar num turbilhão de ensinamentos e magias, para levantar as brumas e redescobrir os Saberes antigos e ir ao encontro das antigas raízes dos mistérios da Religião Antiga e da magia.

Para mim essas são as palavras sagradas: “Abençoada seja a minha mente, para que eu possa sonhar novamente. Abençoado seja meu coração para que eu possa me curar harmoniosamente. Abençoado seja o meu ventre. Abençoado seja o meu estado de espírito, para que mantenha acesa a minha chama eternamente”


Selma – 3fasesdalua



LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...