quinta-feira, 18 de outubro de 2018

A MAGIA DA BRUXA

Resultado de imagem para imagens em gif bruxaria

“Magia é uma ponte – disse enfim. – Uma ponte que permite a você andar do mundo visível para o invisível.
E aprender as lições de ambos os mundos.”
Resultado de imagem para imagens em gif bruxaria tradicional

Desde crianças somos inundados com histórias sobre Bruxas malvadas que raptam criancinhas e adoram ao diabo. Porém, essa visão é puramente parte da educação cristã que ainda se faz presente no imaginário infantil. Bruxas existem em todos os lugares, ainda nos dias de hoje, e são pessoas normais, gente como a gente. Podem sentar ao seu lado no ônibus e você nem perceber. 

Não há vestimentas padrão, a não ser em rituais específicos, claro e hoje elas podem respirar livremente sem o medo da repressão religiosa. Mas infelizmente hoje em dia, está na moda dizer que é "Bruxa. Muitas pessoas decidem, um belo dia, "Quero ser bruxa!" Então, lêem um livro ou dois a respeito de Bruxaria, vestem-se de preto, colocam um pentagrama no pescoço e saem dizendo para quem queira ouvir (e para quem não queira, também), com um olhar misterioso, que são "Bruxas". Talvez por isto porque prego o respeito e a harmonia com todas às minhas Ancestrais sigo a religião da Deusa criadora e Grande Mãe.

A Espiritualidade da Deusa é focada no respeito à natureza e a todas as manifestações de vidas, na percepção de que tudo é sagrado, no cultivo da compaixão e aceitação do caminho dos outros, no reconhecimento da sabedoria e da intuição, e na celebração da unidade da criação com alegria.

Resultado de imagem para imagens em gif bruxaria tradicional

Cultuamos as forças encontradas na natureza. Os antepassados também são invocados, mas mesmo assim na minha opinião o que não pode acontecer, de maneira alguma, é que uma pessoa tome a decisão de se "iniciar" na Bruxaria e faça isto levianamente. Ignorando o fato que a "verdadeira" Iniciação começa de dentro para fora, e não o contrário. 

Não basta ler 200 livros, copiar algum Ritual de Iniciação e marcar uma data para fazê-lo - porque isso não vai passar de um monte de palavras e gestos vazios e sem sentido, se a pessoa não estiver devidamente preparada, ainda. Se não tiver encontrado o equilíbrio dentro de si mesma. Se não tiver passado, antes, pelo processo de Dedicação.

O ser humano precisa estar sempre em equilíbrio energético, só estando equilibrado pode-se crescer através do autoconhecimento e da compreensão dos poderes psíquicos que cada um possui... Para sentir o poder da Deusa, comece a perceber o sagrado em tudo que a cerca, em cada dia, em cada lugar. Talvez precise de algum tempo para notar e experimentar conscientemente momentos, vivências, encontros, que antes passavam de forma fugaz sem que você percebesse o seu valor. Adquirindo uma nova consciência a sua vida torna-se mais rica, um acontecimento ou encontro não mais é algo fortuito, as “coincidências” passam a ser facetas da sincronicidade cósmica.

Imagem relacionada

As Bruxas Tradicionais têm todo o seu estudo e poder vindo da Deusa assim possibilita a expansão do potencial mental, criativo, emocional e espiritual, levando a mulher ao desenvolvimento do seu poder que está na sabedoria, na compreensão intuitiva, sabia e imparcial dos processos da vida. As mulheres que buscam a espiritualidade da Deusa almejam a expansão da consciência, a honra a vida e a sacralidade do todo.

Para as antigas tradições a Terra e a mulher eram consideradas sagradas pelo seu poder criativo e renovador, sendo essas manifestações da própria deusa. Nos mistérios dos cultos femininos, honram-se os ciclos eternos de vida, morte e renascimento, compelindo as mulheres a responsabilidade de receber e cuidar da vida como mães, curandeiras ou parteiras, observar e auxiliar nas transições como sacerdotisas, e servir como intermediaria entre o humano e o divino como profetisas e oráculos.

Despertar sua Deusa, reconhecer sua verdadeira essência, se aprofundar dentro de si mesma é enxergar em si mesma a manifestação da própria Mãe Natureza, o arquétipo da mãe geradora e nutridora. É reconhecer sua natureza cíclica, iguais aos ciclos da terra, com suas estações, fases da lua e etc. Quando isso acontece ficamos abertas e receptivas para a energia criativa que flui em nossos corpos e muda nossas consciências, trás auto estima, confiança e poder interior. Esta é sem dúvida nenhuma a maior magia.

Somos o que somos, somos mulheres mas acima de qualquer coisa somos Bruxas de um seguimento que merece muito respeito, pois o reencontro com sua Deusa interior, com sua essência sagrada, promove cura ao ventre coletivo do planeta Terra, faz emergir uma grande força, um poder ancestral que foi esquecido e que aos poucos desperta para trazer cura aos nossos corpos, mentes e almas.

Selma – 3 fasesdalua 



Um comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...