sexta-feira, 22 de julho de 2011

BELTANE


Para quem não sabe, o Beltane é um ritual wicanno onde comemora-se a entrada do Deus na idade viril. Ele deseja a Deusa, e Ela O deseja. Os dois se apaixonam, consomem seu amor de todas as formas, se unem. A Deus então, engravida Dele, de onde Ele nascerá novamente e dará início novamente ao ciclo.



As músicas são alegres, as roupas são coloridas. Por ser um ritual de fertilidade, também está ligado ao sexo e amor carnal. Antigamente eles também comemoravam esse dia fazendo amor nos campos e/ou florestas com seus amantes. Muitas garotas esperavam essa época para desaflorarem e muitas mulheres engravidaram. Também alguns preferiam fazer orgias depois das festas e banquetes. Hoje isso não é mais feito, a não ser cônjugue com cônjugue. É parte também da tradição pular uma fogueira - ou caldeirão - com as mãos juntas de seu parceiro(a).



Os festivais de beltaine tiveram origens em tempos pré-cristãos e a palavra Beltane vem do gaélico irlandês antigo Beltain que significa "fogo brilhante / sagrado" e em gaélico escocês é Bealltainn que também da nome ao mês Maio.

Nomes alternativos
Beltain, Bealtaine, Beltine, Cetsamhain , Noite de Walpurgis (Beltane Eva), " Festa das Flores "



As fogueiras tradicionais eram feitas com lenhas de nove tipos diferentes de árvores sagradas para os Celtas.

Durante o Festival, eram acesas fogueiras nos topos dos montes e lugares considerados sagrados, sendo um ritual importante nas terras Celtas



A antiga tradicao requeria que o fogo domestico fosse apagado da casa toda nesse momento. Uma grande fogueira era feita com as nove arvores sagradas (freixo, betuila, teixo, aveleira, sorveira, salgueiro,pinheiro, espinheiro e carvalho)


Originalmente as fogueiras eram acesas ao redor de uma única árvore sagrada ou mastro decorado com vegetação e flores para representar a união das energias do Senhor das Florestas e da Rainha da Primavera. Esse foi o precursor do Mastro de Maio. No final da festa cada família levava brasas desse fogo para sua casa, simbolizando a renovação da vida e reacendiam o fogo doméstico para compartilhar o divino e receber a benção de esperança para um Verão próspero e fértil, com uma colheita abundante. Era costume colher orvalho na manhã de Primeiro de Maio. 



A donzela que em Primeiro de Maio For para os campos ao amanhecer E banhar-se no orvalho de um pilriteiro Beleza eterna era ter”. Fazer uma coroa de maio com pilriteiro para a Rainha da Primavera e dar como oferenda para as fogueiras de Beltane, ou usá-las como decoração nas mesas das casas durante o banquete colocando pensamentos positivos era uma prática celta. Um dos símbolos mais conhecidos é o Mastro de Beltane (Maypole, Mastro de Maio) feito de tronco de uma árvore forte e alta, normalmente o vidoeiro ou freixo e enfeitado com flores e tiras de fitas. Uma vez decorado, antigamente era elevado em uma praça da aldeia (um ponto focal das atividades da comunidade) para que todos dançassem em volta entrelaçando as fitas no mastro. Essa prática é mais do que uma simples dança de festa, o mastro simboliza o falo do Deus e ele sempre é ornado com uma coroa de flores simbolizando a vulva da Deusa.    



Ao entrelaçarem as fitas os participantes representam a união sexual do divino, a união da Deusa e do Deus. Na Europa Antiga, as pessoas celebravam Beltane unindo-se sexualmente em meio os bosques, e todas as crianças concebidas dessas uniões eram consideradas “bem aventuradas” e filhos da Deusa e do Deus. Essas uniões em meio às arvores era um ato de Magia simpática, de forma que se acreditava na união com os reinos animal, vegetal e humano. Entre os povos da Europa, os gados, que tinham ficado presos durante todo o Inverno, eram soltos nos pastos em Beltane, a festa que confirmava a promessa da Primavera e o aumento da luz do Sol. Os antigos Druidas faziam bolos redondos (Bolos de Beltane), que durante a celebração eram divididos em partes iguais e consumidos durante o sabá. Antes da cerimônia, uma porção do bolo era escurecida com carvão, e o infeliz que a retirava era chamado de “bruxo de Beltane” e tornava-se a vítima sacrificial a ser atirada na fogueira. 



Nas Terras altas da Escócia, os bolos de Beltane são usados para adivinhação, sendo atirados pedaços nas fogueiras como oferenda aos espíritos e deidades protetoras. Atividades comuns em Beltane: · Pular fogueira (ou caldeirão)



O Ritual de Beltane também conhecido como Dia 1o de Maio, Dia da Cruz, Rudemas e Walpurgisnacht, o Sabbat Beltane é derivado do antigo Festival Druida do Fogo, que celebrava a união da Deusa ao seu consorte, o Deus, sendo também um festival de fertilidade. Na Religião Antiga, a palavra "fertilidade" significa o desejo de produzir mais nas fazendas e nos campos e não a atividade erótica por si só.



No dia de Beltane o sol está astrologicamente no signo de Tauros, o Touro, que marca a "morte" do Inverno, o "nascimento" da Primavera e o começo da estação do plantio. Beltane inicia-se, acendendo-se, segundo a tradição, as fogueiras de Beltane ao nascer da lua na véspera de 1o de Maio para iluminar o caminho para o Verão.    



Realiza-se o ritual do Sabbat em honra à Deusa e ao Deus, seguido da celebração da Natureza, que consiste de banquetes, antigos jogos pagãos, leitura de poesias e canto de canções sagradas. São realizadas várias oferendas aos espíritos elementais, e os membros do Coven dançam de maneira muito alegre, no sentido destrógiro, em torno do Mastro (símbolo fálico da fertilidade). Eles também entrelaçam várias fitas coloridas e brilhantes para simbolizar a união do masculino com o feminino e para celebrar o grande poder fertilizador do Deus. A alegria e o divertimento costumam estender-se até as primeiras horas da manhã, e, ao amanhecer do dia 1o, o orvalho da manhã é coletado das flores e da grama para ser usado em poções místicas de boa sorte.



O Sabbat Beltane dos Bruxos começa oficialmente ao nascer da lua da Véspera de 1o de Maio (ou de Novembro, no hemisfério sul), sendo tradicionalmente realizado no alto de uma montanha onde são acesas as imensas fogueiras de Beltane para iluminar o caminho para o verão e aumentar a fertilidade nos animais, nas sementes e nas casas. (Antigamente as grandes fogueiras da Irlanda, que simbolizavam o Deus Sol doador de vida, eram acesas com a centelha de uma pederneira ou pela fricção de duas varetas.)



Beltane é um dos poucos festivais pagãos que sobreviveram da época pré-cristã até hoje e, em sua maior parte, na forma original é baseado na Florália, um antigo festival romano dedicado a Flora, a Deusa sagrada das flores. Em tempos mais antigos, esse festival era dedicado a Plutão, o senhor romano do Submundo, correspondente do Deus Hades da mitologia grega.


O primeiro dia de maio era também aquele em que os antigos romanos queimavam olíbano e o selo-de-salomão. Eles penduravam guirlandas de flores diante de seus altares em honra aos espíritos guardiães que olhavam e protegiam suas famílias e suas casas nas próximas estações.


Muita coisa sobreviveu em forma de folclore e foi sendo passado de gerações em gerações: aqueles que moram no interior do país com toda certeza já deve ter pulado fogueira, pisado em brasas com os pés descalços, trançado o mastro com fitas coloridas, dançado quadrilha. Coisas simples que nos levam de encontro as muitas tradições Celtas que não se perderam e tão pouco conseguiu ser apagada da história pelo cristianismo.

10 comentários:

  1. como faço para participar deste ritual?


    Carlinda

    ResponderExcluir
  2. Quero ser um bruxo
    isto sim é uma relião


    Cardoso

    ResponderExcluir
  3. Amei
    Quero ser desta religião

    ResponderExcluir
  4. NÃO SEI QUEM É O RESPONSAVEL POR ESTE BLOG, MAS SEJA QUEM FOR POSSO COPIAR OS SEUS TEXTOS?

    CLAUDINEIA

    ResponderExcluir
  5. prezada carlinda

    infelizmente vc so poderá participar de um ritual dessa magnitude se vc for uma bruxa de berço

    e caso vc seja uma, vc sabe bem onde encontrar

    espero que volte sempre a nos visitar
    selma/marcos

    ResponderExcluir
  6. caro cardoso

    o primeiro grande passo pra vc ser um seguidor da bruxaria tradicional é ler, estudar bastante, se aprofundar.

    mas o mais importante e vc continuar sua vida normalmente fazendo e pensando coisas boas e ai vai sentir na pele sua maior magia, que é ter tudo isso de volta 3 vzs mais .

    obrigado pela visita e espero ter esclarecido alguma coisa
    selma/marcos

    ResponderExcluir
  7. cara claudineia

    espero que vc use os textos que sao aqui publicados para o seu aprendizado e para aumentar seus conhecimentos sobre a religiao

    quanto a copiar para divulgar em outros meios de comunicaçao nao aprovamos sua ideia

    mas ficamos muito felizes com sua visita e esperamos encontra la mais vzs aqui

    selma/marcos

    ResponderExcluir
  8. Como faço para fazer este ritual ou até mesmo so olhar?


    Bianca

    ResponderExcluir
  9. Quero ser dessa religião como faço?


    Angelina

    ResponderExcluir
  10. Este ritual é feito nos dias de hoje ainda?



    Luiz Paulo

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...