domingo, 24 de novembro de 2013

A INFLUÊNCIA DA LUA


“É preciso andar e temos andado. Reorganizando nossas vidas a cada manhã, não por nós, por ela -  É preciso ter em mente que a água nos benze, a lua nos abençoa, o fogo nos consagra, o ar nos liberta e a terra nos transforma. Só assim teremos os pés no chão, os olhos no horizonte e a mente nas estrelas.” 
(Descendentes Calon e Kalderash)


No céu, à noite, uma avó cuida de seus netos.

Venerada como divindade entre antigas civilizações, a Lua é um símbolo feminino, associado à fecundidade, à fragilidade, à ilusão e à pureza. Por mudar sua forma de aparecer no céu, ou seja, por atravessar fases, na simbologia, a Lua é também um símbolo de inconstância...

A Mãe Lua, Anciã, é mais antiga do que a Terra e do que o Sol e é conhecida e estudada pela ciência como um satélite natural, um pedaço de uma estrela ou de outro astro que realiza uma órbita ao redor da Terra e não possui luz própria, além de ser bem menor que o planeta Terra.

A Lua é a energia da nossa natureza emocional. Ela diz quais são nossas necessidades básicas de nutrição e de segurança. A Lua revela nossa manifestação inconsciente, como guardamos as impressões das experiências vividas, como é o nosso humor e como é nossa reação. Diz ainda como vislumbramos o universo maternal e feminino.



A crença de que a Lua, nas suas diferentes fases, influencia nossa saúde e nosso comportamento é tão antiga quanto a humanidade. Até hoje, num mundo pragmático, dominado pela ciência cartesiana, existem muitos que são capazes de jurar pelo poder da Lua. Mas pesquisas científicas recentes revelam que nem tudo é ficção no mundo da Lua
Esse satélite natural influencia as marés e sua história romântica e espiritual acompanha o imaginário do ser humano desde antigas eras, visto que várias sociedades assumiram ser a Lua o seu mais sagrado símbolo espiritual. Ela ensina sobre o tempo e é a força de comando no reconhecimento de um calendário que expressa os ciclos naturais.

A Lua representa o sagrado feminino. Ela influencia a agricultura da Terra, as colheitas e os nossos próprios sentimentos e emoções. Da mesma forma, manifestações femininas como a menstruação, a fertilidade e a gestação também estão relacionadas à Lua.

Conhecer as fases da Lua e se guiar por elas é papel de qualquer bruxa, pois desta forma saberemos qual é o melhor momento para agir e realizar um ritual no momento correto.

Cada fase da Lua é reconhecida com sua potência, pois cada fase mostra, em sua presença, o que é.


A Lua acompanha as fases das mulheres, tanto que o ciclo menstrual completa-se a cada 28 dias, tempo necessário para a Lua dar uma volta em torno da Terra. Existe também a íntima relação entre as fases da Lua e a gravidez: Lua Nova no momento da concepção; Crescente em relação ao desenvolvimento do feto; Cheia quanto ao nascimento da criança e Minguante, depois do parto – quando toda a vitalidade transfere-se para o leite materno. No mapa astral da mulher, a lua representa o tipo de mãe que ela será. No mapa do homem, a lua mostra como ele reage em relação à mulher, bem como qual o tipo de mulher que o atrai. A Lua é o pêndulo da Terra, exerce influência irrefutável, não só sobre nosso planeta, mas também na psiquê e no espírito humano. Dentro da magia, desde tempos remotos aprendeu-se a reconhecer e utilizar os poderes mágicos da Lua. É um dos elementos mais importantes na análise astrológica, pois governa os nossos instintos básicos, a nossa maneira intuitiva de ser, o nosso lado mais sensível e emocional. A Lua rege a nossa alma, os nossos sonhos, as nossas fantasias e outras manifestações do “eu” profundo e inconsciente.

A Lua representa o passado, o condicionamento, a imaginação, as viagens, as mudanças temporárias, intuição, sonhos, fantasia, o Ing, desejos, emoção, instinto, alma, representa a maternidade, as mulheres mais velhas, feminilidade, o lado inconsciente da personalidade, a energia passiva, os humores, a família, a casa, a sensibilidade, os artigos de primeira necessidade, a pesca, os assuntos domésticos, a saúde, as comissões, o cotidiano.



""Eu sou a mãe de todas as coisas,
Aquela que faz a natureza brilhar.
Sou aquela que zela por aqueles que constituem a população da Terra.
Terra, que tanto mudou através dos tempos.
Terra, que chorou por aqueles que me entenderam.
Terra, que sofreu com aqueles que foram banidos.
Abençoados sejam eles, aqueles que me aceitaram e em mim esperaram,
pois voltam agora para reinar num novo tempo.
Bem vindo sejam eles novamente ao seu antigo lar!"

Texto retirado do livro:
Wicca - Ritos e Mistérios da Bruxaria Moderna
De Claudiney Prieto - Ed. Germinal



Assim é que, mesmo que a ciência não explique exatamente, embora também não negue, os métodos de usar as fases da lua no di-a-dia, continuam sendo aplicados por muitos e, aparentemente, funcionam.

2 comentários:

  1. Olá Selma, lindo este seu post sobre a Lua, eu a considero a minha Mãe, amei ler.
    Votos de uma semana linda e Iluminada.
    Beijinhos de Luz!
    Ana Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Minha querida Ana Maria, muitas saudades de vc.

      bjs amiga

      Excluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...