sexta-feira, 18 de maio de 2012

Soberanas Deusas Celtas na terra e na guerra



“A morte nasce conosco e conosco caminha por todos os instantes da vida, mesmo que tentemos ignorá-la”. (John O’Donoghue, escritor irlandês). 

Quando dizemos que a espiritualidade celta é politeísta, temos de ter em mente a multiplicidade de deusas e deuses cultuados na Antiguidade pelos celtas. Sempre de acordo com as fontes mencionadas, esses deuses e deusas não estão num paraíso remoto e distante (apesar de poderem ser encontrados também em terras mágicas), mas sim na própria paisagem – rios, o mar, montanhas, bosques, árvores individuais: cada uma dessas características da natureza é a ‘encarnação’, a manifestação física das deidades celtas. Da mesma forma que, reciprocamente, as deidades celtas dão vida e alma às forças da natureza.


Para ser uma Deusa na antiga tradição celta, a mulher deveria ser Mãe, protetora de seus filhos, preocupada com todos os membros de sua tribo e acima de tudo, ser capaz de ensinar e transmitir sabedoria…

Deusas Celtas são parte integrante da vida comum deles, estão representadas pelos elementos naturais: terra, água, fogo e ar – não são imortais, cometem erros e são humanas…

Os celtas não misturavam panteões de outras culturas e nem cultuavam Deusas celtas de outras tribos, apesar das semelhanças, cada ramo celebrava suas Deusas locais seguindo apenas as referências das tradições pertencentes a sua terra natal, com exceção de algumas divindades pan-célticas.

As Deusas celtas possuíam características próprias e distintas, conforme seus atributos. Relatos vindos de antigos ancestrais nos esclarecem que as tradições eram passadas de boca a ouvido, centrados nas esferas do Céu, da Terra e do Mar!


Um dos conceitos celtas mais difíceis de compreender e aceitar pela nossa cultura cristã e a mentalidade atual é a associação dos arquétipos sagrados femininos com a guerra. Para transpormos barreiras conceituais devemos conhecer o princípio celta da soberania da terra, sempre representado por uma Deusa Mãe com características protetoras e defensoras. A vida e a sobrevivência dependiam da terra e por isso ela devia ser preservada e protegida, pois desrespeitar a terra e a soberania de um povo significava ofender e ameaçar a própria natureza criadora da vida. A soberania o verdadeiro poder de quem governava e conduzia os destinos de um povo, pertencia a um arquétipo feminino, a própria Deusa da Terra, com a qual o rei ou governante devia se casar simbolicamente para garantir a prosperidade e paz. O casamento do rei com a Deusa da terra representava as condições indispensáveis para que a soberania se manifestasse: respeito, igualdade, confiança, parceria e solidariedade. A representante da Deusa soberana era uma sacerdotisa ou rainha imbuída de poderes especiais, que até mesmo podia ser divinizada


Algumas pessoas, inicialmente, sentem uma certa dificuldade em relação à conexão com as Deusas. Isto acontece, principalmente, por conta de toda a influência da sociedade patriarcal dominante durante milênios, assim como pela manipulação da igreja, para controlar o indíviduo através do medo e do "pecado". Tudo isso é tão forte que, às vezes, chega a causar crises de consciência e muito desconforto, tamanhos são os dogmas impregnados no ser. 

As Deusas representam a essência feminina reprimida durante a cristianização, principalmente para controlar o poder sobre a criação, ou seja, sobre a criatividade e, assim, restringir a nossa liberdade. Não estamos nos referindo a Jesus que, no nosso modo de ver, foi um grande Mestre e, tampouco, ao feminismo, mas às divindades.

A criação e a destruição são processos interdependentes, existe uma ausência de vida na escuridão da terra que recebe os mortos, mas também é a terra escura que abriga e promove o desabrochar das sementes, que renascem - assim como os mortos nela enterrados para uma Nova Vida.


A natureza das deusas celtas é multifuncional e com complexos significados, mesclando elementos ancestrais dos pacíficos povos pré-celtas (maternidade, fertilidade) com os dos combativos celtas, onde prevaleciam atributos de guerra, morte e sexo, acrescidos de soberania.Várias divindades representam uma paradoxal união de extremos: amor e guerra, guerra e fertilidade, guerra e soberania. Não existe uma deusa do amor no panteão celta, as deidades deusas e deuses- simbolizam as forças da natureza e a eterna roda da vida/ morte/renascimento, início/ fim/recomeço, em que os opostos se seguem em círculos evolutivos e tem o mesmo peso. 

Embora se ignore se a Deusa existiu primeiro ou se Deusa e Deus evoluíram juntos, é certo que o sucesso da caçada e a sobrevivência dos clãs dependia da fertilidade dos animais e a fertilidade foi e é um dos maiores atributos da Deusa.


O aparente paradoxo entre os aspectos e naturezas das deusas celtas reflete a profunda compreensão do processo de dar/receber, nascer/morrer, começo/fim. Muitas deusas aparecem como figuras promíscuas e destrutivas, mas elas personificavam aspectos da natureza, como a fertilidade e a soberania da terra, que tinham que ser defendidas a qualquer preço para assegurar a sobrevivência dos descendentes. 

Enfim, dentro do Paganismo Celta, como uma religião politeísta que honra diversos Deuses e Deusas, não existe o conceito de apenas uma única deidade ou de uma deusa e um deus. Temos a visão da natureza como a Grande Mãe, sendo a personificação das Deusas da terra, que para nós, é a fonte criadora de toda a vida, de onde tudo veio e para onde tudo retornará, inclusive, os Deuses.



29 comentários:

  1. A cultura Celta é bem diversificada e cheia de histórias lindas e impressionantes, amo saber um pouco mais, beijinhos linda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amiga que bom vc estar aqui no meu cantinho

      volte mais vzs

      selma

      Excluir
  2. Quando eu penso, que vcs não terão coisas interessantes para postar

    chego aqui e encontro esta obra prima.

    o blog esta lindo o visual novo ficou ainda melhor

    amei o video deste blog.

    bjs

    Aline

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. boa noite aline

      quando se tem uma fonte de conhecimento inesgotável como a grande sacerdotisa selma, sempre temos coisas interessantes para apresentar.

      gratos por todos elogios e também amamos sua presença

      volte sempre
      3fasesdalua

      Excluir
  3. Fiquei muito tempo sem visitar vcs
    eu não consegui fazer um blog para mim, queria poder falar da minha religião como vcs falam da de vcs.

    Mas voltando a participar deste blog que é muito importante na minha vida.

    Como eu aprendi aqui neste blog, e os seus ensinamentos estão sendo transmitido para uma outra religião.

    Minha doutrina se baseia quase toda dentro deste blog.

    Minhas folhas de santo sempre se negaram a participar da doutrina, mas hoje é diferente, nos dias da doutrina o terreiro fica lotado.

    Claudineia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bom dia claudineia

      sua ausência realmente foi notada por nós por você ser bem participativa em nossos textos.

      mas ficamos felizes com seu retorno e esperamos que continue a nos visitar sempre que possível.

      sucesso a você e a todos seguidores da sua religião.

      selma/marcos

      Excluir
  4. Nossa, muito interesante este texto!! Gosto de aprender coisas novas, e a cultura Celta sempre me chamou a atenção, assim como a dos Maias e dos Incas.
    Amei as imagens, divinas!!

    Tenha um excelente final de semana!!
    Beijos!♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bom dia mari

      agradecemos por sua visita e nos deixou feliz saber que estamos sendo úteis em seus aprendizados sobre essa linda cultura celta.

      lindo fim de semana a você também.

      selma/marcos

      Excluir
  5. estou encantada com esse blog

    navego muito na internet e sempre que colocava alguma coisa aparecia este blog.

    resolvi entrar de curiosa, fiquei encantada.

    quando chegar em casa vou dar uma lida em alguns textos.

    este texto é maravilhoso.

    parabens pelo belo trabalho

    Cristina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. muito bem vinda cristina.

      bom saber que alguma coisa a trouxe para perto de nós e a deixou encantada.

      sinta se a vontade para pesquisar dentro do blog , ja que temos mais de 100 textos ja publicados aqui.

      mais uma vez gratos por sua visita e participação e esperamos que suas vindas sejam constantes.

      selma/marcos

      Excluir
  6. O Blog mais visitado dentro de um tema no google é o de vcs.

    eu estive aqui a um tempo atrás.

    o visual ficou bem melhor.

    post muito bem escrito.

    terei que voltar outras vzs

    Jorge

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bom dia jorge

      agradecemos todos seus elogios e principalmente por seu retorno.

      volte quantas vezes desejar, pois será sempre bem vindo.

      selma/marcos

      Excluir
  7. Estou comovida com a beleza e o trabalho serio que vcs fazem neste blog.

    Falar de uma religião ja é dificil, falar e contar as histórias que narram a raiz de uma religião é muito mais difícil.

    parabens pelo belo trabalho.


    Ana Clara

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bom dia ana clara

      agradecidos por todos elogios e nos deixou felizes saber que mexemos no emocional das pessoas quando menciona que ficou comovida com o texto.

      não cansamos de repetir que o principal objetivo do blog é esclarecer as pessoas as coisas lindas de uma religião que por anos foi massacrada mas que nunca desapareceu e que a cada dia se torna mais forte e bonita.

      esperamos te la sempre por perto

      selma/marcos

      Excluir
  8. amei estou comovida com esse blog.

    os textos são lindos, os vídeos maravilhosos

    vou estar ligada neste blog 24hs

    Maria

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. bom dia maria

      muito grato pelo carinho e pelos elogios ao blog.

      fique ligada o tempo que achar necessário pois o que importa para nós e que seja e esteja feliz.

      selma/marcos

      Excluir
  9. Bom dia...
    Comprei 2 livros Celtas há alguns anos e aprendi um pouco sobre a vida e costumes...gosto muito de tudo e me identifico com muita coisa!
    E realmente como seu texto diz, eles equilibram o Deus e a Deusa...e outros tantos deuses...achei muito interessante!
    Adorei ler...
    Bjs, que vc tenha um ótimo final de semana!
    CamomilaRosa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a cultura celta e rica em sabedoria

      aproveite a leitura e volte para nos contar

      selma/marcos

      Excluir
  10. oi amiga Selma que felicidade, seu blog já vai completar 1 aninho, nossa fazer um poema, quanta responsabilidade rs,rs ...Vou tentar! beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. será perfeito, que saudades de vc simone

      bjs

      selma

      Excluir
  11. Olá...


    boa tarde

    atendendo ao convite cá estou eu
    e por coincidência (elas existem? rsrs) o 1° texto que li foi esse sobre os celtas aos quais tenho particular admiração e interesse...

    ótimo texto
    agora vou dar uma olhada no restante do blog

    bjsssssssss

    ResponderExcluir
  12. Apaixonante!
    Gostei muito do seu blog.
    Vamos ser seguidoras?
    Beijo
    Nina

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que bom Nina, já estou seguindo vc tb

      bjs

      selma

      Excluir
  13. Ola querida amiga, seu blog é fascinante, misterioso e maravilhoso! Um grande abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carolina amiga querida que bom que veio

      bjs

      selma

      Excluir
  14. Eu vejo a relação das deusas e suas faces como as várias nossas senhoras. Ao menos é assim que eu vejo. Eu estou escrevendo uma historia sobre uma sacerdotisa e confesso que seu blog me ajuda bastante. Ainda tenho dificuldade com um ponto ou outro mas tenho aprendido bastante.

    Obrigada e boa noite.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. que bom que está escrevendo sobre nós.

      bjs

      selma

      Excluir
  15. Selminha,como sempre seus textos são 1000.
    Estou ausente das visitas,por falta de tempo e por muitas vezes não estar bem com a minha saúde.Estou com saudades dos amigos,e você mora no meu coração.
    Fica na paz.
    Bjos.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...